0

Cinquentinhas: Número de emplacamento cresceu em Novembro

Após regulamentação da necessidade do emplacamento de ciclomotores, as popularmente chamadas “cinquentinhas”, o número de emplacamentos deste tipo de veículo apresentou forte crescimento no número de emplacamentos, segundo dados da Fenabrave.

cinquentinhas

Após resolução que determinou a regulamentação dos ciclomotores de cinquenta cilindradas no mês de julho, o número de cinquentinhas emplacadas cresceu, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição De Veículos Automotores (Fenabrave), que foram divulgados no dia primeiro de dezembro. Com a regulamentação, os ciclomotores passaram a exigir emplacamento e habilitação para serem pilotados.

Crescimento das Cinquentinhas da Shineray

Após o início da exigência de emplacamento e habilitação para a condução de ciclomotores, a Shineray chegou ao posto de terceira marca que mais vende motos no Brasil, tendo emplacado seis mil oitocentas e cinquenta e nove unidades no mês de novembro. Esse número representa um crescimento bastante acentuado, já que antes da regulamentação, a empresa figurava em quinto lugar, com uma média de menos de mil unidades sendo emplacadas por mês no país.

cinquentinhas

Além da Shineray, outras marcas que comercializam cinquentinhas no Brasil tiveram alta no número de emplacamentos, como a Traxx, que ficou em quarto lugar, tendo emplacado 2535 unidades, e a Bravax, que atingiu a sexta posição no mês de novembro, emplacando o número de 1960 ciclomotores.

cinquentinhas

Vale ressaltar, no entanto, que o número de emplacamentos não significa necessariamente um crescimento nas vendas de ciclomotores, já que antes da exigência legal, as cinquentinhas não eram emplacadas e o número de veículos vendidos, mas não emplacados, não era contabilizado.

Impasse legal das Cinquentinhas

No mês de outubro, a Justiça Federal suspendeu a exigência de Autorização De Condução De Ciclomotores (ACC), seguindo decisão da Quinta Vara Federal De Pernambuco. No entanto, em novembro, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região derrubou essa liminar e a resolução que exige a ACC ou a Carteira Nacional De Habilitação (CNH) do tipo A, específico para motos, voltou a valer.

cinquentinhas

 

FONTE: MOTO NA REDE

megaturbos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *